home CONTATO SOBRE DOWNLOADS

sábado, 30 de janeiro de 2016

Morando (quase) sozinha

Decidi falar abertamente sobre esse assunto pois lembrei que vou fazer dois anos em que moro (quase) sozinha e nesse tempo que estou me "virando sozinha" aprendi muitas coisas e resolvi passar adiante para quem quer o mesmo para si em breve.

Como aconteceu? Essa história não é a mais bonita, vitoriosa, eu morava com a minha mãe e minha irmã desde os meus 15 anos, fui mimada pelo meu pai e minha mãe em relação a tomar conta de uma casa e de quebra eu tinha 6 cachorros. Minha mãe veio falecer quando eu ia fazer 18 anos e decidi que ia tocar minha vida sozinha, ou quase sozinha. Decidi morar com a minha irmã mais velha que sim, me ajuda muito em casa, mas fica bastante tempo fora e eu tive que aprender a me virar 100%.
Imaginem aquela garota que não fazia nada dentro de casa colocando a mão na massa? Olar sou eu :3
Tivemos muito apoio da família e nos ajudaram a conseguir um lar, a alugar e a mobiliar. Nos mudamos apenas com roupas, cachorros, documentos. Nossa casa era vazia (e ainda tem espaço de sobra) mas aos poucos estamos construindo.

Minha mãe no meu cantinho ♥
Como vocês já sabem da história, vou deixar aqui algumas dicas para quem quer essa vida e acha que é um luxo (na verdade até é). Não sou ryca nem nada, só se for na alma, então nada para mim é fácil e acho que muita gente entende.

Vou deixar a postagem com leia mais para aqueles que se interessarem ♥




  • Os primeiros passos:


  • Principalmente responsabilidade, se você não for responsável será uma tarefa difícil, seu dinheiro vai todo para casa e muitas vezes não terá como sair e gastar milhões, um aluguel é coisa séria! Contas em geral é algo sério, e sinceramente, já que vai morar sozinho(a) não quer depender de ninguém (muito menos financeiramente), né?
  • Organização. Tive que aprender a ser organizada com documentos, compromissos, não esquecer de nada, limpeza da casa, mercado, etc. Não deixar nada sair do controle é essencial.
  • Dinheiro. Eu tive a benção de receber uma pensão da minha mãe (que não é muita coisa), mas passei a trabalhar, dou aulas particulares nos tempos livres e me dá mais um dinheirinho (assim consegui viajar e comprar minha câmera), também fizemos uma poupança que ajudou a comprar os móveis. Hoje, depois de dois anos, penso em juntar para comprar o meu cantinho ♥
  • Trabalhem honestamente e juntem um dinheiro para emergências.

  • Dividindo com alguém:


  • Já briguei muito com a minha irmã por ela não me compreender e eu não querer fazer as coisas dentro de casa, manter um padrão de tarefas envolvidas é muito importante, não rola você fazer tudo e a outra pessoa ficar deitada o dia todo né? Ou então ser mandão e não fazer por onde.
  • Divida todas as contas ao meio, trio, ou seja lá quantas pessoas você está dividindo o seu espaço.
  • Fale abertamente sobre o que gosta e o que não gosta para evitar problemas futuramente.
  • Se juntem e façam regras.
  • Respeite o espaço do próximo. Respeito! (Já cansei de chegar em casa e não conseguir estudar porque tava rolando festa, então RESPEITEM!)


  • Contas, mercado, animais de estimação:
  • Minha irmã paga todas as contas e dividimos o valor por 2 e dou a minha parte, sempre sobra dinheiro para as duas fazerem o que bem entender. 
  • Fazemos listinha de mercado (viva), e como passamos mais tempo fora que em casa damos valor a coisas que não estragam rápido (se estraga compramos em pouca quantidade), caso a gente queira algo "especial" em dia x compramos separado e na hora (por exemplo comida com requeijão, aqui em casa estraga muito fácil, então compramos quando decidimos comer algo com requeijão). Nunca rolou briga por alguém ter comido algo da outra porque sempre compramos pras duas pra não faltar ♥
  • Quando nos mudamos tínhamos 6 cachorros, agora temos só 2, um da Débora e um meu, então cada uma cuida do seu, as vezes até rola a compaixão aliás, no fundo, é das duas.

  • Liberdade para qualquer coisa, SIM, você pode fazer o que quiser no seu cantinho, chamar quem quiser, comprar o que quiser, mas sempre com responsabilidades. 
  • Considero paz aquele silêncio matinal ou ficar quieta no meu canto sem ninguém falar nada, e eu agradeço todos os dias por eu ter um lugar onde eu faço minhas regras e é silencioso.
  • Seu espaço suas regras.
  • Muitas vezes me sinto sozinha, sem ninguém para conversar e rir, não costumo ser carente e sempre fui caladona, mas sair de uma vida com uma casa agitada para uma só você e seus cachorros é meio solitário.
  • Limpar tudo. EU PIREI QUANDO ACORDEI UM DIA E TINHA COCO DE 6 CACHORROS PELA CASA INTEIRA! Com o tempo me acostumei, todos eles velhinhos, fizeram uma passagem incrível na minha vida, mas foi triste esse dia (precisei desabafar). Então, a limpeza da casa é toda sua, a não ser que você tenha grana ou alguém legal que faça por você.
  • Dividir com alguém é complicado, as vezes penso em seguir meu caminho sozinha o mais rápido possível. Se alguém for de gênio difícil que nem o meu vai ter que trabalhar a paciência e relevar algumas coisas quando sair do combinado.


Bem, acho que é isso, espero ter tirado as dúvidas e se tiverem mais alguma coisa podem falar comigo no facebook ou e-mail (respondo todos). 
Um beijo e sejam bem-vindos a vida adulta ♥

16 comentários:

  1. Adorei o post! Parabéns pela coragem e pela força. Espero que consiga sempre realizar tudo que quiser! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Carol! De pouquinho em pouquinho a gente chega lá ♥

      Excluir
  2. Deve ter sido difícil ter que iniciar a vida 'sozinha' depois de uma perca.. Eu ha um ano e dois meses decidi sair da casa da minha mãe e morar com meu namorado (que já estava morando comigo e com ela) e realmente paciência é uma das coisas que eu mais necessito, até porque meu esposo tem filhos e eles vem pra cá aos fins de semana! Mas é tão bom mesmo ter o nosso cantinho e fazer 'o que quiser', sou feliz assim! Que possamos conseguir muitas coisas economizando nosso dinheiro, nós aqui também estamos guardando pra comprar uma casa própria! <3 Beijos, Flores de Novembro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faço grandes planos em relação a casa própria, nem que seja um cantinho bem pequeno para chamar de meu, fruto do meu trabalho honesto e realização pessoal. Sempre prometi isso a minha mãe e gostaria muito de realizar mesmo sem ela aqui. Sucesso para você e seu namorido hahahahaha vamos na luta ♥ beijos

      Excluir
  3. Quero muito começar a trabalhar pra arrumar dinheiro e morar sozinha, de verdade, não vejo a hora. Eu ainda tenho mais quatro anos pra arrumar e mesmo assim acho que não será o suficiente. Provavelmente acaberei dividindo com o pessoal da faculdade, será mais simples, pelo menos na minha opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dividir com a galera da facul parece ser divertido se eles conhecerem seu jeito e você se adaptar ao deles. Vão precisar de regras para cada um respeitar o próximo, digo isso pq conheço um grupo de meninas da minha turma que se juntaram e converso com elas as vezes, hoje em dia é complicado decidir do nada morar sozinho se você não tem uma renda boa, mas não é nada impossível.
      Boa sorte na sua jornada ♥♥

      Excluir
  4. Adorei o post! Sempre quis morar sozinha e ser independente, sabe? Mas que pena que você teve que fazer isso depois de uma perca tão triste. Enfim, adorei seu blog, é muito lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vi! Também sempre quis não depender de ninguém, morar sozinha foi consequência, minha mãe era uma pessoa muito boa e gostaria de continuar morando com ela mesmo casada e com filhos hahahaha, corra atrás disso e conseguirá! Um passo de cada vez. OBRIGADAAAA e Beijao ♥

      Excluir
  5. Cada um de nós temos uma historia...Você tem, eu também tenho. Uma historia de luta, perseverança, enfim vamos seguindo nossas vidas.
    Parabéns pela coragem, espero vê-la contando muita desse seu caminho pra nós. Uma ruiva natural arrasandoooo. bjs
    www.pilateandosonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero voltar alguns posts do blog para o lado pessoal, compartilhar experiências próprias e, quem sabe, encontrar pessoas com a mesma luta que você, desejos, dúvidas. Muuuuito obrigada pelo apoio, de verdade, que todas nós arrase HAHAHAH
      beijao!

      Excluir
  6. Ahhhh, sempre tem prós e contras, mas o mais legal deve ser que você cria independência e mais responsabilidade. To precisando de ambos :c
    nadageek.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm, eu já tinha um pouco disso, a cada dia que passa aumenta mais ♥ São questões de tempo e aprendizado, um dia você chega lá! Beijao

      Excluir
  7. Adorei o post e as suas ponderações também, acho que quase tudo (para não dizer tudo e generalizar) tem os seus prós e contras na vida mas acho que ter um cantinho para chamar de seu vale os contras que vem com ele.

    ✩ Voando Sem Peter ✩

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvidas, eu prefiro mil vezes viver assim do que como vivia antes (ou dependendo de qualquer pessoa da minha família), eu particularmente me sinto um peso morto na vida dos outros de que dependo, não gosto, coisa minha, então os "contras" não chegam nem aos pés da satisfação que é morar sozinha ♥

      Excluir
  8. Eu não vejo a hora de morar sozinha, ter a minha paz,, minhas regras e meu cantinho (mesmo que seja alugado). Gostei bastante do seu post que me deixou mais ansiosa ainda! Imagino como deve ser grande todo esse aprendizado! Beijos
    www.parisdepriscila.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor investimento que alguém pode fazer ♥ mesmo que seja alugado, aos pouquinhos a gente conquista o resto né? Pra que tanta pressa? hahahaah Beijos!!!

      Excluir